A Aplicação Recycle BinGo respeita a privacidade de todos os utilizadores da sua aplicação e compromete-se a proteger as informações e os dados pessoais que cada utilizador decide e aceita partilhar.

Para aceder às funcionalidades da Aplicação, o utilizador terá que se registar. Para que o utilizador possa proceder ao registo deverá fornecer obrigatoriamente os seguintes dados: email e password ou poderá fazer o registo através do Facebook ou Google+.

Posteriormente, na área do seu perfil, o utilizador tem a faculdade de fornecer dados adicionais, como por exemplo: nome, idade, género, número de elementos do agregado familiar, indicar se já separava embalagens antes de instalar a aplicação e indicar a distância da sua casa ao ecoponto. O fornecimento destes dados adicionais, não sendo obrigatório, permitirá um tratamento mais personalizado, possibilitando ainda a recolha de informações que serão tratadas para fins estatísticos, por forma a possibilitar a adequação dos serviços prestados às necessidades dos clientes.

O tratamento dos dados pessoais do utilizador será efetuado no estrito cumprimento da lei em vigor e nas que lhe vierem a suceder.

O tratamento dos dados pessoais será efetuado tendo em vista a finalidade de permitir a fidelização de clientes (o envio de comunicações de marketing direto e a recolha facultativa de informações genéricas, que serão primeiro tratadas para fins estatísticos, por forma a possibilitar a adequação dos serviços prestados às necessidades dos clientes) através dum registo na aplicação e manutenção de historial do utilizador, pelo que o tratamento terá como fundamento jurídico o interesse legítimo do responsável pelo tratamento dos dados em divulgar comunicações sobre os serviços que presta, assim como de obter informações estatísticas sobre a composição e os hábitos de reciclagem do agregado familiar do utilizador, por forma a fomentar os hábitos de reciclagem dos utilizadores da aplicação e a consequente utilização dos ecopontos, e personalizar a relação institucional com os utilizadores da aplicação.

A entidade responsável pelo tratamento de dados pessoais é a Valorsul, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos das Regiões de Lisboa e do Oeste, S.A. (NIF/NIPC 509479600), a qual pode ser contactada pelos seguintes meios:

Morada: Plataforma Ribeirinha da CP – Estação de Mercadorias da Bobadela, 2696-801 São João da Talha
Telefone: 219535900
Correio eletrónico: valorsul@valorsul.pt

Os dados recolhidos poderão ser transmitidos a terceiros, a que a Valorsul recorra para poder realizar parte ou a totalidade, dos tratamentos supra referidos. Quando essa transmissão ocorra, antes de receber os seus dados a empresa em causa assegurará por escrito, nos termos do artigo 28.º do RGPD, designadamente as obrigações (i) de garantir o acesso, a retificação e a eliminação dos dados aos respetivos titulares, (ii) de guardar os dados em segurança protegendo-os de alterações, acessos ou destruição indevidos e; (iii) de respeitar sempre as instruções de tratamento a cada momento fornecidas pela Valorsul.

Os dados do utilizador serão conservados durante todo o período de utilização da aplicação, enquanto o utilizador não eliminar a sua conta ou solicitar o apagamento dos seus dados, direitos que poderá exercer a todo o tempo.

O Utilizador tem o direito de acesso, retificação e eliminação dos seus dados, sendo que no caso de solicitar a eliminação dos seus dados na plataforma antes de proceder à troca das Ecomoedas por prémios, perderá o direito de usar essas Ecomoedas em troca de prémios, mesmo que subsequentemente se volte a registar para usar a aplicação. Terá, ainda, direito de oposição ao tratamento dos seus dados e de solicitar a limitação do tratamento e a portabilidade dos seus dados pessoais. Para o exercício dos direitos sobre os seus dados pessoais, o utilizador deverá enviar um email para o endereço valorsul@valorsul.pt. O utilizador também poderá deslocar-se às instalações da Valorsul e exercer os seus direitos presencialmente ou, ainda, enviar o seu pedido por correio postal para a morada acima indicada.

O utilizador tem, ainda, o direito de reclamação junto da CNPD (Comissão Nacional de Proteção de Dados), caso entenda que o tratamento dos seus dados pessoais não cumpre com as regras legais ou que o exercício dos seus direitos não foi satisfeito.